18.9.13

PASSEIO PELO CENTRO CARIOCA


O Centro é a alma da cidade. Se não foi lá que o Rio nasceu, pelo menos foi lá que a cidade se desenvolveu. Lá estão os resquícios do Rio colonial — velhos conventos, antigas igrejas, o antigo Paço —, do Rio imperial — monumentais construções neoclássicas como o Arquivo Nacional, Palácio do Itamaraty e Santa Casa da Misericórdia —, do Rio de Machado (“Calcemo-nos à maneira da Rua do Ouvidor, que pisamos, onde a vida passa em burburinho de todos os dias e de cada hora.”), do Rio da República Velha.

No Centro você encontra museus, centros culturais, comércio popular, livrarias, um shopping de informática, igrejas históricas, confeitarias centenárias, um dos raros prédios em estilo manuelino fora de Portugal, talha barroca de tirar o fôlego, happy hour animada, o monumental Teatro Municipal inspirado na Ópera de Paris, etc. etc. etc.

Durante muitos séculos tudo de importante no Rio aconteceu no Centro:
  • O desembarque da família real no Brasil em 1808 no antigo cais do Largo do Paço, atual Praça XV. 
  • A declaração do Príncipe Regente D. Pedro, poucos meses antes da Independência, do balcão do Paço Real, futuro Paço Imperial (na atual Praça XV), de que “Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico.” 
  • Coroação de Dom Pedro I e Dom Pedro II na Capela Imperial, atual Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé.
  • Prisão de Tiradentes na Rua Gonçalves Dias e seu enforcamento próximo da atual Praça Tiradentes. 
  • Assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel num salão do Paço Imperial.
  • Proclamação da República na atual Praça da República. 
Sete estações de metrô ficam no Centro: cinco compartilhadas pelas Linhas 1 e 2 (Cinelândia, Carioca, Uruguaiana, Presidente Vargas, Central), uma só da Linha 1 (Praça Onze) e outra só da Linha 2 (Cidade Nova).


Um conselho: não deixe de visitar o Centro da Cidade porque dispõe de pouco tempo e acha que Corcovado, Pão de Açúcar, praias, parques são mais importantes. O Rio é uma cidade quatro vezes centenária que já foi capital da colônia, do império e da República. Destarte, é uma cidade “histórica” no mesmo sentido em que Roma e Paris são cidades históricas. Você não vai a Roma e Paris e deixa de visitar os lugares históricos, vai? A mesma regra vale para o Rio.

Uma última observação: ao contrário das capitais europeias onde, devido a uma maior “disciplina” por assim dizer, existe certa homogeneidade arquitetônica (por exemplo, em Munique, todas as construções, antigas ou modernas, têm o mesmo número de andares), no Rio vemos uma interessante mistura de imóveis de diferentes épocas proporcionando contrastes como o da foto acima. Grosso modo, na parte do Centro mais para leste (direita) predominam os arranha-céus, enquanto mais para oeste (esquerda) predominam os velhos sobrados.

A minha sugestão é que você reserve umas quatro horas para "flanar" com calma pelo Centro. O ideal é ir entre terça e sexta-feira — segunda-feira os museus e centros culturais estão fechados e no fim de semana (sobretudo no domingo) o Centro fica mais vazio, sem a azáfama dos chamados dias úteis. No mapa abaixo você tem um roteiro de 3,7 km, começando na Praça XV e terminando na Academia Brasileira de Letras, que abrange as principais atrações do Centro "tradicional". Mas não inclui o recém-revitalizado Porto Maravilha com o Museu do Amanhã, Museu de Arte do Rio e Orla Conde, que merecem uma visita à parte. Clique nas "gotinhas" para maiores informações sobre cada atração e bom passeio!


Visualizar Passeio pelo Centro Carioca em um mapa maior

3 comentários:

Vera Dias disse...

Excelente Circuito! Sempre amando a Cidade. Abs

Ivo Korytowski disse...

Vera, obrigado pelo comentário gentil, eu fiz exatamente esse circuito com uns jornalistas alemães que vieram cobrir a FLIP de Paraty (e antes passaram dois dias no Rio) e resolvi compartilhá-lo aqui no blog aproveitando os recursos do Google Maps! Aos pouquinhos estou transpondo informações do meu Guia da Cidade Maravilhosa aqui para o blog (não sei se você já observou o Guia do Rio que venho construindo na parte superior do blog).

Papel de Roça disse...

Gostei da idéia de roteiro e também ficou bem didático para consultas. Bem bacana! Só tem uma coisa... vc fez isso tudo num dia ? rsrsrsrsrs
sheila